Sucessos do teatro Amigas, pero no mucho e Ciranda invadem livrarias

Nanda Rovere, do Aplauso Brasil (nanda@aplausobrasil.com.br )

Célia Forte autografa livros no sábado (16)
Célia Forte autografa livros no sábado (16)

SÃO PAULO – Sucessos de público e crítica, os espetáculos Amigas, pero no mucho. e Ciranda são transformados em livros pela Giostri Editora. O lançamento duplo será sábado (16), a partir das 16 horas, na Livraria da Vila. Na ocasião, a autora Célia Forte estará autografando as obras.

“Os assuntos dos outros me interessam muito. Construir uma história com esses elementos interessa-me muito mais. Parece que essas histórias contadas, “escutadas” ou vividas vão ficando bem guardadas em algum lugar da minha mente e, de repente,  elas vão fazendo sentido, um sentido absurdo, literalmente absurdo. Vidas com muita tinta, vidas exageradamente comuns. Não sei se é pra rir ou chorar. São só vidas inventadas, baseadas em outras tantas vidas que vejo por aí”.

As palavras da dramaturga e jornalista Célia Forte explicam a sua paixão pelo teatro e também o seu sucesso na área em que atua por mais de 25 anos. E a “eternização” dos espetáculos Amigas, pero no mucho e Ciranda, da qual é autora, é mais um passo dessa caminhada de conquistas.

Espetáculo Ciranda.
Espetáculo Ciranda.

Amigas, Pero No Mucho é uma comédia que trata da amizade de quatro mulheres e suas vidas conturbadas. Elas se amam, mas os encontros são recheados de confusões, brigas e mentiras. Está em sua 5ª temporada paulistana.

O texto foi escrito originalmente para quatro atrizes, mas ganhou nessa versão masculina um humor que mistura o universo feminino e o masculino.

Elias Andreato, Nilton Bicudo, Alex Gruli e Léo Stefanini dão vida a essas quatro mulheres, que com humor cáustico, ironia e irreverência, falam sobre os seus problemas, alegrias, sonhos e desejos. Pessoas comuns que, segundo Célia Forte, surgiram a partir de suas observações cotidianas.

Ciranda, segunda peça de Célia, narra a trajetória de três gerações de mulheres de uma mesma família. Um texto que prima pela emoção e que revela o cotidiano de um universo feminino familiar durante quinze anos, através da relação de mãe, filha e neta.

Amigas, pero no mucho
Amigas, pero no mucho

São mulheres que se amam profundamente, mas que devido às diferenças de convicções, estabelecem um relacionamento em que o amor, a dor e a mágoa seentrelaçam.

Amigas, Pero No Mucho e Ciranda fazem parte de um catálogo que contém de 350 autores publicados, em diversas áreas, como Teatro, Fotografia, Esoterismo, Biografia, Saúde, Teoria, Poesia, entre outras.

 

 

Sobre Célia Regina Forte

Formada em Jornalismo e Relações Públicas pela Faculdade Cásper Líbero. Em 1985, associou-se a Selma Morente e, juntas, fundaram a empresa Morente Forte Comunicações. Como assessoras de imprensa e produtoras, exclusivamente na área teatral, trabalharam com os nomes mais expressivos do cenário artístico nacional.

Sua trajetória e experiência profissional fizeram com que em 2004 escrevesse o texto Amigas, pero no mucho, supervisionado por Paulo Autran, que ganhou a direção de José Possi Neto. Seu segundo texto, Ciranda, também com direção de José Possi Neto, com Tania Bondezan e Daniela Galli no elenco, ficou em cartaz nos Teatro Eva Herz e Renaissance, em São Paulo, e no Teatro Leblon, no Rio de Janeiro.

Entre encenados e inéditos, hoje, ela já possui dez textos em seu currículo: Amigas, pero no mucho, Por um segundo, Ciranda, Alternativa, A História que elas contam, O que seria se fosse, João Sem Maria, Não é bem assim, O que eu faço com elas, Não por nada e o musical Fórmula.

Serviço:

Lançamento livros: Amigas, pero no mucho e Ciranda

Dia 16 de fevereiro, sábado, às 16h. Livraria da Vila. Alameda Lorena, 1731. Jardins.

Ficha Técnica:

Amigas, pero no mucho:

AUTORA: Célia Regina Forte

DIREÇÃO GERAL: José Possi Neto

ELENCO:

Elias Andreato

Nilton Bicudo

Alex Gruli

Léo Stefanini

Jonatan Harold ao piano e narração

CENÁRIO: Jean-Pierre Tortil

FIGURINOS: José Possi Neto

SAPATOS: Fernando Pires

ILUMINAÇÃO: Wagner Freire

 

TRILHA COMPOSTA: Miguel Briamonte

PRODUÇÃO EXECUTIVA: Egberto Simões

COORDENAÇÃO DE PRODUÇÃO: Selma Morente

REALIZAÇÃO: Morente Forte Produções Teatrais

Serviço: Amigas pero no mucho

Teatro Renaissance

(440 lugares)

Alameda Santos, 2233 -Cerqueira César.

Central de Informações: (11)3069-2286

Bilheteria: de terça a domingo, das 14h às 20h; Sexta domingo das 14h, até o início do espetáculo.

Formas de pagamento na bilheteria: Cartões ou dinheiro.

Vendas pela Internet: 

www.ingressorapido.com.br e telefone: 4003-1212

Sexta e Sábado às 21h30 | Domingo, às 19h

Ingressos: Sexta e Domingo R$ 60 | Sábado R$ 70

Duração 70 minutos

Recomendação: 14 anos

Reestreou dia 11 de janeiro

Temporada: até 31 de março

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*