TAKLA E TCHEKHOV E DURANG E ELENCO-DE-PRIMEIRA ESTREIAM NO TEATRO FAAP

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

VANYA E SONIA E MACHA E SPIKE
VANYA E SONIA E MACHA E SPIKE

SÃO PAULO – Na próxima sexta-feira (6), 21h, no Teatro FAAP, a estreia de Vanya e Sonia e Masha e Spike, comédia do norte-americano Christopher Durang,  celebra os 40 anos de carreira do diretor Jorge Takla. Marília Gabriela, Elias Andreato, Patrícia Gasppar, Bruno Narchi, Bianca Tadini e Teca Pereira vivem personagens inspirados nos papéis criados pelo russo Anton P. Tchekhov numa leitura contemporanea que enfatiza o humor presente na obra tchekhoviana.

VANYA E SONIA E MACHA E SPIKE
VANYA E SONIA E MACHA E SPIKE

Jorge Takla conta que assistiu a peça, à convite de uma amiga que trabalha no  Lincoln Center, se apaixonou pelo texto e decidiu comprar os direitos de montagem. Meses depois, soube que da modesta sala de sua estreia o espetáculo estreava no circuito Broadway. O sucesso antevisto por Takla comprovou o alcance da peça, mesmo para um público que desconhece os personagens de Tchekhov.

“Tchekhov insistia que tanto A Gaivota quanto O Jardim das Cerejeiras eram comédias, mesmo tratando de assuntos mais intensos, mais profundos, mas essencialmente humanos, e é essa humanidade que aproxima as duas obras. Embora haja espaço para o poético como em Tchekhov, nunca pesa, nunca vai pro dramático, diz Jorge Takla.

VANYA E SONIA E MACHA E SPIKE
VANYA E SONIA E MACHA E SPIKE

Vanya e Sonia e Masha e Spike conta a história de três irmãos que se encontram, durante as férias de verão, na casa dos falecidos pais, onde vivem Vanya (Elias Andreato) e Sonia (Patrícia Gasppar). Masha (Marília Gabriela), estrela de Hollywood, decide visitar seus irmãos acompanhada do namorado, o jovem sensual Spike (Bruno Narchi), ator iniciante, que busca a fama. Além deles, Nina (Bianca Tadini), jovem aspirante a atriz e a faxineira Cassandra (Teca Pereira), que jura ter poderes de vidência completam o elenco.

VANYA E SONIA E MACHA E SPIKE
VANYA E SONIA E MACHA E SPIKE

O ator Elias Andreato, que já atuou em duas montagens de peças do autor russo sob direção de Jorge Takla, explica que não é preciso entender o autor russo para a ver o espetáculo.

“Não estamos fazendo Tchekhov. Nós estamos fazendo um texto de um americano, extremamente inteligente e brilhante revisitando a obra do Tchekhov”. O ator arremata dizendo que Tchekhov está na humanidade dos personagens e na poesia: “O nosso compromisso com toda essa humanidade que ele coloca é divertir o espectador e querer que ele saia do teatro com algo a mais além de uma comédia rasa. É uma comédia que te faz refletir, que te faz se sensibilizar com alguns assuntos, muito pertinente no momento do planeta. Mas o nosso objetivo é divertir o espectador e divertir com delicadeza, com poesia, sem cair na comédia forçada”.

VANYA E SONIA E MACHA E SPIKE
VANYA E SONIA E MACHA E SPIKE

Marília Gabriela deixou seu programa de entrevistas no SBT para aceitar o convite de Takla e se dedica ao trabalho. Ela conta que foi re-ler as peças de Tchekhov e vislumbrou em A Gaivota não só a inspiração de Durang para escrever Masha (Arkádina de A Gaivota, uma famosa atriz do século XIX), mas para ambientar toda a peça.

“Há até o lago”, diz Marília Gabriela e pontua que as personagens da peça estão prontas para a transformação.

VANYA E SONIA E MACHA E SPIKE
VANYA E SONIA E MACHA E SPIKE

“A partir de determinados gatilhos todas elas estão prontas pra uma transformação. Por exemplo, a Masha (personagem que interpreta) precisa encarar que a vida passa e agora você tem que ser outra coisa. Todos os personagens são pessoas em transformação. A juventude começando e as outras personagens num momento delicado de é isso ou é isso e é viver ou não”, completa.

FICHA TÉCNICA DO ESPETÁCULO- Vanya e Sonia e Masha e Spike

 

Direção: Jorge Takla

Texto: Christopher Durang

Tradução: Bianca Tadini e Luciano Andrey

Elenco: Marilia Gabriela, Elias Andreato, Patrícia Gasppar, Bruno Narchi, Bianca Tadini e Teca Pereira

Cenário: Attilio Baschera e Gregorio Kramer

Figurinos: Theodoro Cochrane

Iluminação: Ney Bonfante

Sonoplastia: Fernando Fortes

Maquiagem: Duda Molinos

Perucas: Feliciano San Roman

Realização: Takla Produções

Patrocínio: Bradesco e Mercado Livre

Lei Rouanet de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura

 

 

Serviço:

 

Temporada: de 6 de março a 19 de Julho, no Teatro FAAP

Local: Teatro FAAP – Rua Alagoas, 903 – Higienópolis – São Paulo-SP –  www.faap.br/teatro

Estreia para público: 6 de março (sexta-feira), às 21h

Horários: sexta-feira às 21h; sábado às 17h e 21h; domingo 17h

Ingressos: sexta-feira R$ 100,00; sábado R$ 120,00; domingo R$ 120,00

Vendas antecipadas: 4 de fevereiro (quarta-feira)

Vendas a grupos: 11 97571.3537

Bilheteria do Teatro FAAP: venda efetuada com cartões de crédito (Visa, MasterCard e Diners Club), cartões de Débito (Visa Electron e Redeshop) ou dinheiro, quarta à sábado 14h às 20h e domingo das 14h às 16h. Em dias de espetáculos até o início dos mesmos.

 

Televendas: (11)3662-7233 e (11)3662-7234. A compra através do televendas está sujeita a cobrança de taxa de conveniência de 15% sobre o valor do ingresso. Venda efetuada com cartões de crédito (Visa, MasterCard e Diners Club), quarta à sábado 14h às 20h e domingo das 14h às 16h. Os ingressos poderão ser retirados pelo titular do cartão até meia hora antes do início do espetáculo no guichê da bilheteria, com a apresentação do cartão de crédito e do documento de identidade. Ingressos com desconto, como estudantes, aposentados e idosos, podem ser adquiridos pelo telefone, basta solicitar o desconto quando estiver efetuando a compra e de trazer o comprovante na retirada do ingresso.

 

Vendas online: www.teatrofaap.showare.com.br (sujeito a cobrança de taxa de conveniência de 15% sobre do valor do ingresso).

 

Portadores de Necessidades Especiais: para comodidade a compra de ingressos deve ser realizada na bilheteria do Teatro ou pelo televendas (11)3662-7233 ou (11)3662-7234. O Teatro FAAP possui assentos reservados dentro das normas de acessibilidade para receber pessoas com mobilidade reduzida e seu acompanhante, mas é necessário informar ao atendente as suas necessidades.

 

Descontos: de 20% para clientes Banco Bradesco e Bradesco Cartões, não cumulativo com outros descontos.

 

Estacionamento: O Teatro FAAP oferece estacionamento gratuito em dia de espetáculo, com vagas limitadas de segunda à sexta, e aos sábados e domingos com número maior de vagas para estacionar. O estacionamento do Teatro FAAP fica disponível 1 (uma) hora e meia antes do inicio do espetáculo.

Duração: 120 minutos com intervalo

Lotação: 506 lugares

Classificação Etária: 12 anos

Gênero: comédia 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*