Teatro de Contêiner está aberto para atividades humanitárias

SÃO PAULO – Enquanto não retorna com suas atividades artísticas, no momento adiadas até o final de junho, o Teatro da Cia Mungunzá está aberto para diversas atividades relativas aos direitos humanos. Inaugurado em 2017 o Teatro de Contêiner oferece estrutura para que moradores em situação de rua tratem de sua higiene pessoal, além de servir como ponto logístico para organizações de ajuda humanitária.

O Teatro de Contêiner Mungunzá também virou local administrativo de coletivos ativistas do Centro (relacionados à saúde e a assistência social), como ponto de coleta e distribuição de doações e, à partir de maio, distribuirá 40 mil refeições (500 por dia) para população de rua pelos próximos três meses. A ação é fruto de uma parceria com os vereadores Soninha Francine e Eduardo Suplicy e com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.

“Acabamos por apresentar novas vias de atuação. Novos formatos de políticas públicas. O nosso espaço se relaciona diretamente com a cidade e com os moradores do centro, seja por meio da arquitetura ou da dinâmica que criamos sem divisões”, explica o ator Marcos Felipe.