Tennessee estilo Hollywood

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Três peças curtas em "Alguns Blues do Tennessee"

Em homenagem aos cem anos do nascimento de Tennessee Williams, o Grupo TAPA pretende montar várias de suas peças ao longo deste ano. Que ele merece, não há dúvidas. Foi o dramaturgo americano de maior sucesso em todo o mundo entre anos 1950 e 60, ainda mais porque grande parte de seus textos saíram dos palcos para as telas de cinema.

A primeira parte do projeto já está em cartaz no Teatro Viga, de terça a sábado (21h30) a domingo (20h). Inclui três peças curtas do autor de Um Bonde Chamado Desejo, traduzidas pelo próprio grupo com supervisão de Maria Sílvia Betti. São elas: O Quarto Escuro, Verão No Lago e A Dama da Loção Antipiolho.

A direção de Eduardo Tolentino e Brian Penido Ross optou por uma leitura que torna delicada ao invés de dramatizar a psicose de vários personagens como sempre ocorreu em muitos de seus filmes. Nem sempre para a alegria do autor. A nosso ver esse caminho se mostrou perfeito, graças aos cenários simples e de bom gosto e mais ainda, aos maravilhosos figurinos de Lola Tolentino, bem como à beleza das jovens do elenco. Parece um vôo à high-class sulista americana dos anos 1940. Alguns trajes lembram até o vestido de noiva da mais recente nobre inglesa.

Talvez tenha sido esse tratamento Hollywoodiano que conseguiu  assegurar o enorme sucesso de obras como Gata em Teto de Zinco Quente. De todo modo, é um espetáculo que conta com o talento dos diretores.

Três peças curtas em "Alguns Blues do Tennessee"

Reúne três peças curtas sem um intervalo e a que se assiste com enorme prazer. Claro que, também, graças ao elenco composto por Conrado Sardinha, Isabela Lemos, Kadi Moreno e Rita Giovanna.

Mesmo com todo esse glamour e de certo modo disfarçando problemas mais profundos acho que é uma montagem que tem tudo pra agradar até aos psiquiatras.

Alguns Blues do Tennessee – Viga Espaço Cênico (Rua Capote Valente, 1.323, Pinheiros). Telefone             (011) 3801-1843      . 3ª a sáb., 21h30; dom., 20 h. R$ 30. Até 5/6.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*