Terça-feira é dia de ‘live’ de espetáculo teatral

BRASIL – Os profissionais, assim como o público, de teatro tem como única alternativa assistir aos espetáculos teatrais gravados. Esses quase nunca atingem o grau de interatividade que a experiência ao vivo proporciona. Mas o isolamento social, pelo até o dado momento, é nossa única arma contra o alastramento do COVID-19, como também, evitar aglomerações. Tentando equilibrar a sede pelo teatro ao vivo e o isolamento, que o Cine Theatro Brasil Vallourec apresentará, na próxima terça-feira (21), 20h, o solo Pérolas do Tejo, com o humorista Carlos Nunes.

Tecnicamente, o espetáculo contará com igual excelência das apresentações habituais: o mesmo aparato de som e luz. A diferença começa na ausência de público in loco: a plateia estará assistindo de sua casa pelo canal do YouTube do Cine Theatro Brasil Vallourec. Além do ator, um operador de luz e som, outro de câmera, um de transmissão, um intérprete de libras, todos a respeitar a distância mínima de 2 metros entre si.

A expectativa é fornecer ao espectador um pouco da experiência de estar dentro do teatro.

A iniciativa é do Cine Theatro Brasil Vallourec e tem patrocínio do Instituto Unimed-BH, por meio do incentivo fiscal de médicos cooperados e colaboradores, e da Vallourec, ambos via Lei Federal de Incentivo à Cultura.

SERVIÇO:

Espetáculo Pérolas do Tejo | Live pra Rir

Data e horário: 21 de abril (terça), às 20 horas

Local: Canal do Cine Theatro Brasil Vallourec no Youtube

https://www.youtube.com/CineTheatroBrasilVallourec

Gratuito

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.