Um notável Hamlet

Luís Francisco Wasilewski, do Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

Thiago Lacerda brilha em “Hamlet”

SÃO PAULO – Papel ambicionado pela maioria dos atores, Hamlet já foi diversas vezes revisitado pela cena brasileira. A peça de Shakespeare tornou -se conhecida não só pelo seu excelente enredo que reúne amor, traição, morte e vingança, mas também muito por causa de suas excelentes frases que saíram da boca das personagens da peça e chegaram ao domínio público. Agora, temos a oportunidade de assistir a uma excelente montagem deste clássico. O Hamlet, sob a direção de Ron Daniels e tendo Thiago Lacerda no papel título é um grande espetáculo, daqueles que ficarão na história da encenação brasileira.

Roney Fachinni e Selma Egrei em “Hamlet”

A direção de Ron Daniels subverte o palco italiano e faz com que os atores transitem pelo meio da plateia. Apesar de não ser uma solução original é executada com maestria pelo encenador. Principalmente, nas cenas em que a peça de Shakespeare se utiliza da metateatralidade. Um exemplo é a famosa cena em que Hamlet pede a um grupo de atores que encene o crime cometido em seu reino. Ron também é o arquiteto de outras belas cenas como a que marca a chegada de Fortinbras ao Reino.

O elenco apresenta como destaque Selma Egrei no papel de Gertrudes e Roney Facchini compondo um cínico Polônio.

Thiago Lacerda é Hamlet

No entanto, Thiago Lacerda é merecedor de todos os elogios pela composição do personagem protagônico. Papel de extrema dificuldade para um intérprete, Thiago conseguiu criar um Hamlet sem apelar para os perigos de uma interpretação cheia de maneirismos. Ele evitou, e isso foi fundamental para o êxito da montagem, transformar o príncipe da Dinamarca em um ser monolítico. Não baseou sua interpretação somente na loucura da personagem, o que seria uma grande armadilha. Criou um Hamlet cheio de nuances em uma interpretação que merece todos os nossos aplausos.

No panorama atual do teatro brasileiro é gratificante assistir à montagem de um clássico como Hamlet feita com tanta inventividade e apuro técnico.

Ana Guilhermina e Roney Fachinni em “Hamlet”

HAMLET

Sexta – 21h – R$ 40

Sábado – 21h – R$ 60

Domingo – 19h – R$ 50

TUCA
Rua: Monte Alegre, 1024 – Perdizes – São Paulo – SP

Capacidade: 672 lugares

Ingressos: Vendas por telefone ou internet – Ingresso Rápido
– Aceita todos os cartões de crédito.
– Tel: (11) 4003-1212
– Site: www.ingressorapido.com.br
Bilheteria
– Horário de Atendimento: Terça a Domingo das 14h às 20h
– Formas de Pagamento: Amex, Aura, Diners, Hipercard, Dinheiro, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron.
Estacionamento
Estacionamento conveniado Riti (Hotel Transamérica)
– Rua Monte Alegre, 835 – R$15,00 – Tel.: (11) 3167-7111 (Valor válido somente mediante a apresentação de ingressos das peças em cartaz no TUCA)

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*