Um teatro musicado

Theo Alves*, especial para o Aplauso Brasil

Stella Miranda e Tim Rescala - Foto: Daniel Isolani

Sete compositores, dois atores e canções pouco conhecidas. Essa é a fórmula de Sete por Dois, que chega hoje ao Festival de Curitiba para a sua estreia nacional. Para compor o roteiro, Stella Miranda, que além de atuar também assina a direção da peça, escolheu músicas que marcaram a trajetória de cada compositor.

“O que diferencia esta peça de um show é que as músicas são interpretadas teatralmente. Na verdade, eu sou uma atriz que canta e o Tim (Rescala) é um músico que atua”, explicou Stella Miranda.

Em Sete por Dois, as músicas são assinadas por Tom Waits, Alberto Nepomuceno, Leo Mashlia, Zé Maria de Abreu, Eric Satie, Tom Zé e Hans Eisler. Para Tim Rescala, esses compositores foram escolhidos pela proximidade que o trabalho de cada um tem com o teatro.

“São canções que dizem alguma coisa cenicamente. Além disso, eu gostaria de falar o que eles dizem em suas composições”, diz Tim.

Sete por Dois fica em cartaz no Festival de Curitiba hoje e amanhã. A peça tem classificação livre e duração de 75 minutos.

*Theo Alves viajou a convite do Festival de Curitiba

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.