Uma cultura que provoca e educa é foco de Mirada

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Peça argentina, "Lote 77"

O diretor regional do SESC SP, Danilo Santos de Miranda clarificou dois pontos de seu ideário. Um deles diz respeito à vocação educativa do SESC – “nenhuma ação cultural do SESC está desvinculada de uma ação educativa” -, o outro tem a ver com o que imagina sobre a arte: “a arte que não provoca é entretenimento”, recorreu à citação do sociólogo e pensador francês, Edgar Morin.

Com base em tais definições e nas atividades que permeiam as apresentações que ocuparão desde teatros tradicionais a espaços abertos dos bairros periféricos de Santos, objetivando transformar esses espaços públicos por meio do teatro, atividades como mesas-redondas, bate-papos, exposições, lançamento bibliográfico etc., tem, também, a vocação da formação do público que comparecer ao Mirada tornando-o mais crítico e preparado.

"El Foc Del Mar", espetáculo espanhol

LEIA TAMBÉM Vem aí o festival ibero-americano do SESC

Saiba mais sobre o Mirada clicando aqui.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

1 comentário

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*