Vivendo engarrafado – leitura dramatizada da peça O Túnel

Jonas Mourilhe, especial para  o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Dias Gomes

RIO DE JANEIRO – Imagine o maior engarrafamento em que você já esteve. Provavelmente não foi uma situação das mais agradáveis. E se esse engarrafamento fosse dentro de um túnel e durasse quatro anos? Provavelmente, você seria um dos personagens da peça O Túnel, de Dias Gomes.  Escrita em 1968, a peça figura entre os textos menos conhecidos do autor consagrado por obras como O pagador de promessas; O santo inquéritoO Bem Amado.

O Túnel mostra  o convívio social de personagens de diferentes classes, enclausurados por conta de um engarrafamento que começa no fatídico ano de 1964, e que dura até 1968. O texto  reflete a visão de Dias Gomes  sobre os primeiros anos da ditadura militar no Brasil.

O evento é parte do projeto Ciclo de leituras dramatizadas conhecendo a obra – promovido pela Sol produções artísticas –   cujo objetivo é promover e difundir em solos  cariocas textos de renomados autores e jovens dramaturgos.

Serviço:

O TÚNEL

Texto: Dias Gomes

Direção: Ernandes Cardoso

Assistência de direção: Vera Monteiro

Pesquisa e produção:  Ernandes Cardoso, Vera Monteiro, Yuri Calandrino e Marco Moreira.

Elenco: Ronaldo Rabello, Ednaldo Eiras, Marco Moreira, Alana Zanol, Ernandes Cardoso e Yuri Calandrino.

Local: Espaço Cultural Correia Lima

Endereço: Rua Bento Lisboa, 58. Catete.

Horário: 19h

ENTRADA FRANCA

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*